Esports

Brazilian Crusaders finaliza operações por falta de investimento

Beatriz Coutinho
Organização tinha equipes de R6, PUBG e outros jogos
Foto: Brazilian Crusaders/Reprodução
Foto: Brazilian Crusaders/Reprodução

Nesta segunda-feira (1), a organização de esports Brazilian Crusaders anunciou o fim de suas operações. De acordo com o comunicado do time, a falta de parcerias e investidores não permitiria que a empresa tivesse futuro.

Leia mais:


Fundada em 2017 por Rafael “BrazilianCrusader” Aguiar, Thiago “LosBolados” Sabione e Yuri “NoCause” Amaral, a Brazilian Crusaders teve line-ups de diversas modalidades, como H1Z1, PlayerUnknown's Battlegrounds, Fortnite, Free Fire, PUBG Mobile, Clash Royale, World of Tanks e Rainbow Six Siege.

A organização também contava com diversos influenciadores e streamers, como Skipnho, Shevii, Firmezinha, NoHandsNeto, PaulinhoHMachado e Futebolista.

"Não obtivemos sucesso na adesão de parcerias e investidores necessários à sustentabilidade de longo prazo do projeto", explicou a organização em seu comunicado.

"Por tudo o que nossos torcedores, apoiadores, diretores, profissionais, jogadores, streamers e, acima de tudo, por todos que estiveram conosco e apoiaram em cada etapa, cada competição, cada vitória ou derrota, enfim, pela realização desse sonho que foi a BRC, o nosso mais sincero MUITO OBRIGADO!", finalizou a Brazilian Crusaders.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Bia Coutinho é redatora do Versus. Siga-a no Twitter em @biaacoutinhoo.

Tags Relacionadas
Esports