League of Legends

Brasileiro faz 603 horas streamadas em um único mês e bate recorde mundial

Nikolai "eaeniko" Cinotti quebrou recorde estabelecido por GiantWaffle em 2019
@helenavnogueira
Escrito por
Helena Nogueira

Foto: Arquivo Pessoal/Nikolai Cinotti
Foto: Arquivo Pessoal/Nikolai Cinotti

Um brasileiro quebrou o recorde mundial de horas transmitidas em um único mês. No domingo (26), Nikolai "eaeniko" Cinotti concluiu uma maratona de streams no Facebook que totalizou 603 horas ao vivo. Com isto, ele ultrapassou o feito conquistado por Andrew “GiantWaffle” Bodine em dezembro de 2019, quando este acumulou 572 horas de streaming no mesmo período de tempo.

Leia mais:

eaeNiko iniciou a maratona em 26 de dezembro às 9h35 do horário de Brasília. Em 26 de janeiro, às 8h45 da manhã, ele já contabilizava mais de 594h. Ele encerrou o ciclo de lives no mesmo dia às 17h, quando contabilizou o o total aproximado de 603h. Durante o período de 30 dias, o streamer fez o total de 108 transmissões.

Durante o último mês, Niko jogou 17 games: Red Dead Redemption 2, The Witcher 3, Euro Truck Simulator 2, The Banner Saga, Life Is Strange: Before the Storm, GTA: Vice City, Dead By Daylight, The Long Dark, Moonligher, Katana Zero, Path Of Exile, AC: Rogue, Crysis e Minecraft e também League of Legends e Legends of Runeterra.

Além do gameplay, o streamer também tirou momentos de descanso e mostrou sua casa, tomou banho, cozinhou e conversou com o público enquanto repousava no sofá.

O Versus conversou com Nikolai, que contou de onde surgiu a ideia de bater o recorde mundial de horas streamadas: "A ideia foi bem repentina, eu vi uma materia do streamer anterior [GiantWaffle] na minha timeline e pensei: 'aí está algo que eu conseguiria fazer'. E fui atrás para descobrir as regras e o que poderia e não poderia ser feito para "participar" Pensei nisso como uma forma de poder contar um pouco da minha historia durante esses 3 anos fazendo stream e que isso talvez não só me animaria a continuar a fazer as lives, mas também tornar isso um trabalho ao fazer crescer meu público".

Segundo o influenciador, o desafio proíbe que a saúde do streamer seja comprometida, e por isto é incentivado que pausas sejam tiradas para cuidar do bem-estar físico e mental. Ao mesmo tempo, é proibido que o streamer durma durante a transmissão, e eaeNiko seguiu esta regra à risca.

"Eu estava dormindo apenas 3 horas por dia e fazia cerca de três pausas diárias de 10 a 20 minutos para me alongar e me deitar um pouco - sem dormir, claro. Isso porque, durante três dias da maratona, fiquei com a webcam na sala comigo com os pés pra cima, pois estavam muito inchados devido a má circulação. Li relatos de streamers que ficaram meses praticando para conseguir fazer o que fiz. Achei até engraçado, porque vi a materia e no dia seguinte já tinha decidido que bateria aquele recorde."

O jogador de 23 anos comenta ainda que estaria disposto a refazer o feito: "Acredito que não vai demorar muito para algum outro doido superar o meu recorde. Mas se eu tiver a oportunidade de continuar fazendo as lives, eu pretendo superá-lo, quem quer seja [risos]. Sobre outras metas, tenho algumas ideias para streams que até hoje nunca vi ninguém fazer e que muitas pessoas tem vontade de assistir, só me faltou oportunidade mesmo".

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Mais notícias
LoL: Mayumi entra para Mec Inc., mesma agência de Jukes e Jovirone
League of Legends

LoL: Mayumi entra para Mec Inc., mesma agência de Jukes e Jovirone

Jogadora deixou a INTZ recentemente
Beatriz Coutinho
LoL: Revolta deixa Twitch e começa a fazer streams na Nimo TV
League of Legends

LoL: Revolta deixa Twitch e começa a fazer streams na Nimo TV

Caçador está de time e plataforma nova
Beatriz Coutinho
LoL: Jockster deixa posição de suporte para ser técnico estratégico da INTZ
INTZ

LoL: Jockster deixa posição de suporte para ser técnico estratégico da INTZ

Agora, RedBert é o único suporte da equipe
Beatriz Coutinho