CrossFire

Black Dragons disputará mundial de CrossFire com premiação de R$ 2,7 milhões

A equipe brasileira já faturou mais de R$ 100 mil na temporada de 2017
@felipe.cardoso
Felipe Cardoso
escreve para o Versus.
© Reprodução
© Reprodução

A Black Dragons já está de malas prontas para disputar o CrossFire Stars (CFS), o maior torneio de CrossFire do mundo. Neste ano, a premiação bateu todos os recordes da modalidade e chegou a marca de R$ 2,7 milhões.

Os brasileiros vem embalados após vencer o maior time do mundo, a chinesa Super Valiant, na final do CFS Invitational Vietnã e se tornarem a primeira equipe não chinesa a vencer uma competição internacional de CrossFire.

A experiência adquirida e as conquistas recentes fazem da Black Dragons uma das favoritas ao título. O time é liderado pelo seu capitão, Thadeu "vianna1" Vianna, que promete trabalhar duro para atender às expectativas e colocar o Brasil, mais uma vez, no topo do mundo.

O torneio vai reunir as melhores equipes da Coreia, Estados Unidos, China, Europa, Brasil, Vietnã, Filipinas, Rússia, Indonésia, Japão e Colômbia.

O CFS acontece na madrugada dos dias 30 de novembro e 3 de dezembro e terá transmissão oficial, com narração e comentários em português, nos canais da Z8 Games.


Felipe Cardoso é analista do Versus e um entusiasta ao gênero FPS. Siga-o no Twitter em @felpyyy.

Tags Relacionadas
CrossFire
Mais notícias
CrossFire: CFS Invitational será ao vivo na BGS 2019 com premiação de US$ 30 mil
CrossFire

CrossFire: CFS Invitational será ao vivo na BGS 2019 com premiação de US$ 30 mil

Etapa terá equipes da China, Brasil, Europa e América do Norte
Beatriz Coutinho
Crossfire chega ao Xbox One em 2020
CrossFire

Crossfire chega ao Xbox One em 2020

Novidade foi revelada durante a conferência da Microsoft na E3 2019
Matheus Oliveira
Os momentos mais bizarros dos esports
Vídeos

Os momentos mais bizarros dos esports

Já ouviu a lenda do Double Hang Loose de Pé?
Lucas Hagui