CS:GO

A SK está em um período ruim? Confira a análise da campanha dos brasileiros no CS

O Brasil vai voltar ao topo!
@felipe.cardoso
Felipe Cardoso
escreve para o Versus.
© Reprodução
© Reprodução

A SK Gaming não passa por um momento de ouro, como já esteve no passado. Mesmo com resultados negativos nos últimos três meses, a equipe brasileira de Counter-Strike: Global Offensive ainda se encontra em primeiro lugar do ranking global do jogo e ainda é considerada uma das melhores do mundo.

Por se tratar de um cenário competitivo de extremo equilíbrio, onde não há um só favorito nos campeonatos e os cinco melhores times do mundo são capazes de conquistar o troféu, a SK Gaming segue com um score de 23 vitórias e 15 derrotas até agora.

Para entender melhor essa fase não tão... positiva da equipe - que tinha como planejamento conquistar ao menos cinco títulos dos nove campeonatos que disputaria até o final do ano -, confira uma análise geral do grupo de pro players mais querido pelos fãs de eSports no Brasil.

Resultados

Os resultados dos últimos três meses em grandes competições da SK Gaming começaram muito bem e foram decaindo com os campeonatos mais recentes. Apenas na competição DreamHack os brasileiros perderam para o time campeão, que foi a G2 eSports.

ESL One Cologne © Reprodução
ESL One Cologne © Reprodução

Veja as conquistas deste ano da escalação:

  • ESL One Cologne 2017 - 1º
  • PGL Major Kraków 2017 - 5º/8º
  • DreamHack Masters Malmö 2017 - 5º/8º
  • ESG Tour Mykonos 2017 - 3º
  • ESL One New York 2017 - 3º/4º
  • ELEAGUE Premier 2017 - 9º/12º

Partidas

Com um aproveitamento de 60,53% de vitórias neste intervalo de tempo - sendo que contando após Cologne ele diminui para 51,85% -, a melhor equipe do mundo ainda briga pelo topo e sabe das dificuldades que é se manter nele. Com um estudo intensivo de seus adversários em cima de seu estilo de jogo e a necessidade de se reinventar a cada vez, a jornada da SK torna-se mais difícil a cada torneio.

Veja um pouco mais sobre todos os resultados dos torneios citados acima.

ESL One Cologne

  • SK 16 vs 10 North (Cache)
  • SK 11 vs 16 G2 (Inferno)
  • SK 16 vs 6 fnatic (Mirage)
  • SK 10 vs 16 OpTic (Mirage)
  • SK 16 vs 9 OpTic (Cache)
  • SK 16 vs 7 OpTic (Cobblestone)
  • SK 16 vs 4 FaZe (Overpass)
  • SK 19 vs 16 FaZe (Cache)
  • SK 16 vs 9 Cloud9 (Cobblestone)
  • SK 16 vs 12 Cloud9 (Train)
  • SK 16 vs 14 Cloud9 (Inferno)

PGL Major Kraków

  • SK 16 vs 13 PENTA (Inferno)
  • SK 16 vs 8 Astralis (Inferno)
  • SK 14 vs 16 BIG (Inferno)
  • SK 16 vs 9 Immortals (Overpass)
  • SK 12 vs 16 Astralis (Cache)
  • SK 6 vs 16 Astralis (Overpass)

DreamHack Masters Malmö

  • SK 16 vs 2 B.O.O.T-d[S] (Mirage)
  • SK 16 vs 5 North (Cobblestone)
  • SK 8 vs 16 North (Train)
  • SK 11 vs 16 North (Inferno)
  • SK 16 vs Cloud9 (Train)
  • SK 16 vs 9 Cloud9 (Cobblestone)
  • SK 16 vs 11 G2 (Cobblestone)
  • SK 17 vs 19 G2 (Inferno)
  • SK 11 vs 16 G2 (Mirage)

ESL One New York

  • SK 16 vs 12 EnVyUs (Cobblestone)
  • SK 16 vs 5 Cloud9 (Train)
  • SK 18 vs 22 Liquid (Inferno)
  • SK 16 vs 5 Liquid (Overpass)
  • SK 14 vs 16 Liquid (Cobblestone)

ELEAGUE Premier

  • SK 8 vs 16 Liquid (Inferno)
  • SK 16 vs 8 Liquid (Overpass)
  • SK 19 vs 17 Liquid (Mirage)
  • SK 16 vs 8 Heroic (Overpass)
  • SK 5 vs 16 Heroic (Inferno)
  • SK 8 vs 16 Heroic (Mirage)
© Reprodução
© Reprodução

Performance

O desempenho geral dos brasileiros ainda é muito bom; Marcelo "coldzera" David, Fernando "fer" Alvarenga e Gabriel "FalleN" Toledo vivem grandes fases e ainda seguem no Top 10 dos melhores jogadores dos últimos meses.

Entretanto, Epitácio "TACO" de Melo e João "felps" Vasconcelos não vivem suas maiores glórias, com um rating de 0.91 e 1.00 respectivamente. Os dois jogadores sabem que não estão vivendo um bom momento e seguem treinando firme a cada dia para restaurar o brilho de sua equipe.

O map pool da SK ainda segue forte e os resultados na maioria dos mapas estão sendo positivos. Um dos grandes problemas da equipe vem sendo o mapa da Inferno, onde o aproveitamento segue na taxa de 30% de vitórias - algo considerado bem abaixo do esperado para um time que já dominou o mapa por completo.

Atualmente, os seus melhores mapas estão sendo Cobblestone (85,7%), Overpass (83,3%) e Cache (75%), onde neles ocorreram resultados bem elásticos a favor dos brasileiros.

Nos 38 mapas jogados, os pistol rounds executados pela SK Gaming ainda seguem com um bom índice de 52,6% de vitórias, onde dos 76 pistols, 40 foram vencidos.

A campanha recente da equipe que já deu muito orgulho nos fãs brasileiros não é das piores. Eles realmente não encaixaram boas sequências de vitórias nas últimas competições, mas o treinamento da equipe segue forte e intenso. Logo, com mais campeonatos grandes vindo pela frente, FalleN e companhia sabem do peso do manto que eles vestem e prometeram grandes melhorias para o público.


Felipe Cardoso é analista do Versus e um amante de jogos de FPS. Siga-o no Twitter em @felpyyy.

Tags Relacionadas
CS:GO
Mais notícias
CS:GO: INTZ se classifica para DreamHack Open Atlanta 2019
CS:GO

CS:GO: INTZ se classifica para DreamHack Open Atlanta 2019

Brasileiros foram os primeiros a se classificar para o torneio junto com a The Quest
Jairo Junior
"Está em pauta", diz Diretora de Marketing da Intel sobre IEM no Brasil
CS:GO

"Está em pauta", diz Diretora de Marketing da Intel sobre IEM no Brasil

Campeonato de nível mundial pode pintar no Brasil assim como a Intel Challenge feminina
Jairo Junior
Peneira do Red Truck HyperX será expandida para CS:GO no futuro
League of Legends

Peneira do Red Truck HyperX será expandida para CS:GO no futuro

Felipe Corradini, CEO da matilha, confirmou o projeto ao Versus
Jairo Junior