Free Fire

A história do fenômeno LOUD: saiba mais sobre a equipe e seus influenciadores

Afinal, por que os membros da organização ficam tão famosos?
@Foxer_JJ
Escrito por
Jairo Junior

Foto: LOUD/Reprodução
Foto: LOUD/Reprodução

A LOUD é um dos maiores fenômenos do cenário brasileiro de games e esportes eletrônicos. Com foco principalmente em jogos mobile como Free Fire, a LOUD foi fundada pelo influenciador Bruno "PlayHard" Bittencourt e pelo empresário Jean Ortega em fevereiro de 2019. Desde então, foi apenas questão de meses para que eles conquistassem feitos impressionantes, como ser a primeira equipe de esports a alcançar 1 bilhão de visualizações no YouTube. Nesta matéria saiba mais da história da organização, seus membros e âmbitos de atuação.

Leia mais:

Amplo foco

Desde o início o clube começou com a proposta de ter duas vertentes de trabalho. Uma delas é voltada para os influenciadores, que têm como principal função a criação e produção de conteúdo. A outra é a participação no cenário profissional, com pro players focados em treinamentos diários e na disputa de competições contra os melhores do Brasil e do mundo. Esses jogadores também participam da produção de conteúdo.

Não é nada fácil gerir tantos lados e pessoas ao mesmo tempo, então é comum que as organizações foquem apenas em uma parte e esta se destaque das demais. Curiosamente, a Loud deu atenção igualitária às duas e ambas cresceram e dispararam de uma forma quase inacreditável.

Outro fator que ajudou a LOUD a se destacar foi a atenção especial voltada aos jogos mobile, visto que já existem muitas organizações que competem e produzem material de games para PC e consoles, mas não muitas especializadas nos títulos para celulares e smartphones. Esta visão já existia desde antes da fundação da LOUD, visto que o próprio PlayHard produzia conteúdo para seu canal do YouTube focado em Clash Royale e Clash of Clans.

Influência

Quando falamos de influência, a LOUD é campeã absoluta. Os números do Youtube, Instagram, Twitter e demais redes sociais são gigantes - tanto o do próprio time quanto dos integrantes. Veja alguns dos números abaixo:

  • YouTube: 8,39 milhões de inscritos e mais de 1 bilhão de visualizações
  • Instagram: 6,2 milhões de seguidores
  • Twitter: 428,5 mil seguidores
  • Facebook: 234 mil curtidas

A própria organização virou uma marca com a qual seus fãs se identificam, usando a cor verde e o mote "Faz o L" nas redes sociais. Parte do sucesso da LOUD tem relação com essa identificação e sentimento de pertencimento. Os entusiastas mais ferrenhos podem até adquirir produtos oficiais como camisetas, bermudas e calças da LOUD Essentials Collection, por meio do site oficial.

Um fato interessante pode ser observado quando um novo integrante chega à LOUD. O crescimento e impulsionamento que o influenciador ou jogador recebe em suas redes é surreal. Um bom exemplo disso é a mais nova integrante Bianca "Thaiga" Lula. Em cerca de 24 horas depois de seu anúncio na organização ela recebeu mais de 800 mil seguidores no Instagram e saltou de 250 mil para mais de 1 milhão. No YouTube aconteceu o mesmo e ela passou de 110 mil inscritos para 805 mil.

A variedade que a LOUD traz à equipe de influenciadores é outro ponto a ser destacado. Como dito anteriormente, o Free Fire era um dos grandes focos e ainda continua sendo. No entanto, chegaram membros que passaram por Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), Fortnite e outros jogos, como é o caso de Milena "Mii" Esquierdo, Thaiga do League of Legends (LoL), jogadores de emulador de FF e até o caçula da turma Arthur "Thurzin" Santos, que chegou com apenas 13 anos de idade.

Atualmente, a equipe de influenciadores é formada por:

  • Bruno PH
  • Coringa
  • MOB
  • GS
  • Babi
  • Voltan
  • Mii
  • Thaiga
  • Gelli
  • Thurzin
  • BAK
  • Jordan
  • Lzinn
  • Bradoock
  • Crusher Fooxi

Time de profissionais

Assim como os influenciadores, os pro players da LOUD também não deixam a desejar. O primeiro time criado foi a equipe de Free Fire, que atualmente é uma das mais badaladas da Liga Brasileira de Free Fire. Em 2019 eles foram vice-campeões do campeonato nacional e representaram o Brasil no Mundial na semana seguinte. Na LBFF deste ano ficaram na terceira colocação, atrás apenas de Team Liquid e Vivo Keyd. O sonhado troféu levantado veio em janeiro deste ano, quando foram campeões da Copa América de Free Fire, na Cidade do México.

Recentemente foram contratados Leonardo "Leleo" Arcanjo e Pedro "Lasers" Carvalho para formar uma divisão profissional de Fortnite. Leleo é um dos jogadores mais populares do cenário nacional de Fortnite, tendo conquistado seis títulos apenas em 2019, além de ser um dos únicos brasileiros a chegar à primeira edição da Copa do Mundo do battle royale da Epic Games, promovida em julho de 2019. Lasers também possui suas conquistas e foi um dos poucos brazucas a chegar à Copa do Mundo de Fortnite, além de possuir grande bagagem, inclusive com passagens em times internacionais como a Team Singularity.

Apesar do grande foco que os profissionais de FF e Fortnite possuem no competitivo, o lado influencer também não é deixado de lado. Todos também possuem números enormes e criam material frequentemente para o YouTube e também em streams, normalmente na NIMO TV.

Veja quem são os pro players da LOUD:

  • Free Fire: Will, Vinixz, Sharin e Nooda
  • Fortnite: Leleo e Lasers

Estrutura invejável

Além das mentes profissionais brilhantes que estão na linha de frente da LOUD e dos fãs fiéis, existe um terceiro pilar que faz da LOUD o que é hoje: investimento. Seria impossível atingir tantas metas e tanto público sem todo o capital investido e a estrutura praticamente única que é ofericida aos membros da organização.

Em entrevista ao blog GGWP do UOL, o CEO PlayHard afirmou: "É importante mencionar que, embora não possamos dizer quanto, nosso investimento hoje em Free Fire é três vezes maior do que o custo de qualquer equipe do CBLoL". Fora isso eles também possuem diversos projetos paralelos: "Já lançamos dois hits, produção de campeonatos, documentários e até tecnologia com apps e novos jogos".

Tudo isso sem contar as duas mansões da LOUD. A primeira, de acordo com o próprio PlayHard, "ficou pequena" para os membros só cresciam e também funcionários que trabalhavam por lá. Por isso, muitos se mudaram para outra mansão ainda maior, que tem 2 mil metros quadrados, cinco andares, 15 banheiros, nove quartos, banheira de hidromassagem, academia, piscinas, jacuzzi, gaming office com equipamentos para treinamentos, camarim, salão de jogos, várias cozinhas e muito mais.

Ficou curioso sobre essa mansão? O Versus fez uma visita por lá no início deste ano e mostrou cada cantinho dela:

Com times de influenciadores e profissionais e investimentos cada vez mais robustos, é impossível apontar até onde a LOUD chegará e qual será a próxima grande novidade anunciada. O único fato possível de prever é que seja lá o que acontecer, você ficará sabendo de tudo aqui no Versus.

Siga o Versus nas redes sociais para mais notícias - Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Mais notícias
Free Fire: Como conseguir as skins do evento Acertando as Contas
Free Fire

Free Fire: Como conseguir as skins do evento Acertando as Contas

O evento acontece entre 4 e 10 de agosto
Matheus Oliveira
Free Fire: Atualização traz Luqueta, Hayato Despertar, novo pet e mais
Free Fire

Free Fire: Atualização traz Luqueta, Hayato Despertar, novo pet e mais

Saiba mais da arma inédita AUG
Matheus de Lucca
Free Fire: Camisas de time voltam com evento Grafitando
Free Fire

Free Fire: Camisas de time voltam com evento Grafitando

Fique ligado para não perder a chance de conseguir os itens
Matheus de Lucca