Mercado

"2018 vai ser o ano um dos eSports no Japão", afirma CEO da Capcom

Executivos e suas declarações fortes
@_matheusF23
Escrito por
Matheus Oliveira
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Muito se diz atualmente sobre o tema esportes eletrônicos, e como as coisas estão mudando em relação a eles no Japão. Kenzo Tsujimoto, CEO da Capcom, afirmou em uma carta pública, que tal alarde é merecido, e que 2018 vai ser o "ano um" dos eSports dentro no país.

Leia mais:

Após anúncio da Capcom Pro Tour 2018, e grande polêmica envolvendo a ausência de um game "Marvel vs." na EVO, pela primeira vez na história, muitos estavam incertos sobre o futuro dos eSports envolvendo os jogos da Capcom, e dos fighting games em geral.

Citando interesse na possível inclusão dos eSports nas Olimpíadas de 2024, Tsujimoto comenta que "os valores associados aos jogos estão começando a mudar drasticamente."


"Nós da Capcom estamos investindo muito em eSports já há 10 anos no cenário norte-americano e europeu, está na hora de começarmos a fazer o mesmo pelo Japão." - Kenzo Tsujimoto

Depois do apoio da empresa a iniciativa de licenciamento de jogadores, agora vigente no país, a declaração do executivo serve para reforçar a possibilidade de que a Terra do Sol Nascente pode estar, realmente, próxima de um futuro brilhante nos esportes eletrônicos.

Matheus Oliveira é redator do Versus. Siga-o no Twitter.

Mais notícias
5 dicas para melhorar a performance em games online
Esports

5 dicas para melhorar a performance em games online

Veja o que pode ser feito para melhorar o desempenho dos seus jogos
Matheus Oliveira
Nova arena de esports do Pacaembu tem Nobru, Mayumi e mais como embaixadores
Esports

Nova arena de esports do Pacaembu tem Nobru, Mayumi e mais como embaixadores

Inauguração do projeto está prevista para 2023
Beatriz Coutinho
LoL: Riot Games anuncia Mercedes-Benz como patrocinador global de esports
League of Legends

LoL: Riot Games anuncia Mercedes-Benz como patrocinador global de esports

Desenvolvedora já conta com 12 parceiros globais para torneios internacionais
Beatriz Coutinho