Esports

Grandes marcas que patrocinam o cenário de esports

Não se trata mais de "só um joguinho"
@biaacoutinhoo
Escrito por
Beatriz Coutinho
© Reprodução
© Reprodução

Que os esports já são um sucesso mundial, todo mundo sabe. A cada ano que passa, o cenário mundial cresce ainda mais, caminha até mesmo rumo às Olimpíadas e ganha a atenção de marcas não necessariamente relacionadas ao mercado. O Versus selecionou grandes empresas que já fazem parte e patrocinam os esportes eletrônicos.

Leia mais:

© Reprodução/Newzoo
© Reprodução/Newzoo

As expectativas para o futuro não poderiam ser melhores. De acordo com uma pesquisa realizada pela NewZoo (foto ilustrativa acima), com o amadurecimento mundial dos esportes eletrônicos, é possível que o cenário alcance um lucro de até US$ 2,4 bilhões.

Confira a lista com 10 empresas gigantes que estão acreditando nos eSports tanto quanto nós:

Coca-Cola

© Reprodução
© Reprodução

A famosa fabricante de bebidas que está presente no mundo inteiro também tem um pé no cenário de esports.

Com a sub-marca Coke eSports, a empresa patrocina diversos times e torneios, caso da Team One, que teve apoio da Fanta na final do 2º split do CBLoL 2017, e dos campeonatos mundiais de Smite e Vainglory em 2018, além de ter um clã em Clash Royale.

NetShoes

© Reprodução
© Reprodução

Recentemente, a empresa anunciou a Copa NetShoes E-sports, campeonato que tem como objetivo selecionar dois novos nomes para sua equipe de pro players de FIFA, sendo um jogador de PlayStation 4, e um para o Xbox One.

McDonald's

© Reprodução
© Reprodução

O McDonald's fechou uma parceria com a ESL e se tornou um dos mais novos patrocinadores da ESL Meisterschaft, edição alemã do torneio que conta com disputas de Counter-Strike: Global Offensive e FIFA 18.

Mas esta não é a primeira vez que a empresa dos arcos dourados dá as caras nos esports: em 2017, o Mc se juntou à Blizzard e patrocinou o campeonato mundial de StarCraft II.

Red Bull

© Reprodução
© Reprodução

Em parceria com a ESL, a Red Bull vem organizando há alguns anos o Red Bull Player One, torneio que reúne pro players e jogadores amadores de League of Legends no Brasil e em outros países.

Além disso, a marca já teve uma equipe de LoL disputando a Challenger Series europeia, sempre promove torneios de CS:GO e patrocina a equipe OG eSports de Dota 2.

Vivo Keyd

© Reprodução
© Reprodução

Muito além de um patrocínio, a Vivo possui a Keyd, organização que conta com duas modalidades de esports: League of Legends masculino e CS:GO feminino, no qual as jogadoras do time já levaram o título de diversos torneios.

Intel

© Reprodução
© Reprodução

Em parceria com a ESL, a Intel, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, patrocina diversos torneios de CS:GO, StarCraft II e Playerunknown's Battlegrounds.

Conhecidos como Intel Extreme Masters, esses campeonatos já são tradicionais no mercado de esports, sendo realizados em diversos lugares, como Katowice, na Polônia, e Oakland, nos Estados Unidos.

Submarino

Assim como a Vivo, o Submarino não só patrocina um time de esports, como tem o próprio. A equipe de LoL Submarino Stars foi anunciada durante a CCXP 2017 e surpreendeu os fãs do game por anunciar o retorno de Felipe "Yoda" Noronha ao cenário competitivo.

Nike

© Reprodução
© Reprodução

Com a entrada do futebol no cenário brasileiro de LoL, o Corinthians trouxe um grande patrocinador para a Red Canids: a Nike. O logo da empresa já está até mesmo na camisa da equipe.

Monster Energy

A Monster Energy é uma das mais novas patrocinadoras da Pain Gaming. A marca também aparece na camiseta da equipe e sempre manda diversos energéticos para a gaming house da equipe.

Além disso, a empresa de energéticos possui parcerias com diversos torneios e organizações de esports mundo afora.

Dell

© Reprodução
© Reprodução

Recentemente, a Team oNe e a Dell anunciaram uma parceria que vai garantir a ida da equipe de CS:GO da organização aos EUA.

"A sinergia entre os projetos da Dell e da Team One é muito grande. Desde as primeiras conversas, tínhamos a convicção de que a parceria seria fechada", afirmou Kakavel, dono da organização, ao Versus.

Kalunga

Foto: Red Canids
Foto: Red Canids

A rede de papelaria e material de escritório firmou uma parceria com a Red Canids em maio de 2018 para patrocinar os times da casa, além de ajudar na organização de eventos para a comunidade. Um exemplo disso foi um Meet & Greet com a equipe de League of Legends, que aconteceu em uma loja da Kalunga no espaço SP Mega Stores, em São Paulo.

BMW

Foto: Cloud9/Reprodução
Foto: Cloud9/Reprodução

A fabricante de automóveis anunciou a parceria com a organização norte-americana em março de 2019, marcando o seu primeiro investimento em equipes de esports. Como parte do acordo, que envolve financiamento, jogadores da Cloud9 participaram de comerciais da BMW.

Havan

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A varejista investiu no cenário competitivo de League of Legends com a fundação de um time, Havan Liberty. A empresa inaugurou um gaming office em Brusque, Santa Catarina, no qual os jogadores só comparecem para os treinos e depois retornam às suas casas normalmente. A equipe disputa o Circuito Desafiante.

Unilever

Foto: BLAST Pro Series/Reprodução
Foto: BLAST Pro Series/Reprodução

A Unilever, empresa multinacional de bens de consumo, anunciou sua entrada nos esports durante o torneio de CS:GO BLAST Pro Series São Paulo, com uma ativação envolvendo a marca de sorvetes Ben & Jerry's e a criação de um núcleo de esportes eletrônicos, em parceria com a agência eBrainz.

Entre outros objetivos, o núcleo de esports pretende "levantar bandeiras, ajudar a profissionalização e comoção em qualquer cenário e em diversos níveis". A empresa quer fazer parte de cenários que movem o público brasileiro, como Rainbow Six Siege e Just Dance.

Panini

Foto: Panini/ Reprodução
Foto: Panini/ Reprodução

A Panini se tornou a primeira grande marca de colecionáveis e cartas a entrar nos esports em janeiro de 2019, quando anunciou uma parceria com a compLexity Gaming.

O contrato de um ano de duração inclui a produção de packs de cartas e pôsteres temáticos da organização, que possui equipes de CS:GO, Fortnite, Rocket League, entre outras. A Panini também recebeu um canal na Twitch, operado pela compLexity.

Bia Coutinho é redatora do Versus. Siga-a no Twitter.

Tags Relacionadas
EsportsMercado
Mais notícias
SonicFox decide não participar da EVO Online 2020
Mortal Kombat

SonicFox decide não participar da EVO Online 2020

Decisão aconteceu após o presidente do torneio ser acusado de assédio sexual
Beatriz Coutinho
Smash Ultimate: Nairo, Cinnpie e Keitaro são acusados de pedofilia
Smash Bros

Smash Ultimate: Nairo, Cinnpie e Keitaro são acusados de pedofilia

Diversas acusações surgiram na comunidade de Smash
Beatriz Coutinho
Samira Close comanda live para celebrar Orgulho LGBTQ+ no Facebook Gaming
Comunidade

Samira Close comanda live para celebrar Orgulho LGBTQ+ no Facebook Gaming

Transmissão terá Diva Depressão, Maíra Medeiros, Lia Clark e mais como convidados
Beatriz Coutinho